quarta-feira, 31 de maio de 2017

BANDIDAGEM NA FARDA: Divisão de vantagens resultante de roubos e extorsões motivou ‘sumiço’ de PM’s, em Buriticupu

Terceiro PM envolvido no desaparecimento de policiais está foragido, caso não se apresente ou seja preso nos próximos cinco dias, será declarado desertor


1-Tenente Josuel; 2-soldado Tiago Viana e 3-soldado Glaydstone…

A cúpula da secretaria de Segurança Pública, liderada pelo secretário de Segurança Jefferson Portela, concedeu entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (31) para anunciar a elucidação do desaparecimento dos policiais militares Carlos Alberto Constantino Sousa e Júlio César da Luz Pereira, ocorrido no dia 17 de novembro do ano passado, no município de Buriticupu.

O desenrolar das investigações por parte da Polícia Civil constatou que na 14º Companhia Independente de Polícia Militar de Buriticupu-MA, estava instalada uma verdadeira quadrilha especializada em roubos, extorsões, ameaça e assassinatos.

Cúpula da Secretaria de Segurança apresentou na manhã desta quarta-feira (31), esclarecimentos sobre prisão de PM’s acusados…
Após ouvir mais de 40 testemunhas, a delegada Nilmar da Gama Rocha, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), solicitou ao juízo militar a prisão do tenente Josuel Alves de Aguiar e os soldados Tiago Viana Gonçalves e Gladstone de Sousa, este último ainda foragido. Os policiais presos são os principais suspeitos de ter assinado os colegas de fardas.

A investigação policial apontou que Júlio César e Carlos Alberto foram punidos pelos comparsas porque estavam levando vantagem sobre o resto do “bando fardado”, atuando paralelamente para obter ganhos sem repartir com os demais membros da facção. O desentendimento maior entres os PM’s foi causado por uma caçamba roubada, entretanto, a SSP-MA preferiu não dar mais informações sobre o caso para não atrapalhar as investigações que continua em nova fase a partir de agora. 

Clique aqui para mais informações...

Policiais que estão desaparecidos

Domingos Costa


0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor deste blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.

Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o e-mail: imprensa@fernandomelo.blog que iremos avaliar.