terça-feira, 27 de junho de 2017

Em busca de propinas, vereadores armam flagrante preparado contra o Prefeito de Porto Franco


No Brasil, há décadas tornou-se comum muitos vereadores cometerem a chamada chantagem contra prefeitos, principalmente quando os gestores necessitam fazer sua base aliada nas câmaras municipais. Surgem maus-caracteres travestidos de legisladores, acostumados a, dentro de um ciclo vicioso, explorar prefeitos afim de arrancar benesses para si e seus clãs através da máquina pública. Isso é prática recorrente em quase todas as cidades do Maranhão. Há prefeitos frouxos que estão se vendo aperreados com essas corjas de sanguessugas. 

Em Porto Franco, três vereadores não imaginaram o tamanho do crime que estavam elaborando contra o prefeito Nelson Horácio, e armaram uma cilada criminosa no sentido de exigirem dele propina para que o mesmo contasse com o apoio deles três na Câmara de Porto Franco.

Uma gravação, só pode ser realizada, com a devida autorização da justiça, ou seja, a constituição Federal condena o flagrante preparado ou forjado.

Na reportagem exibida na noite de ontem pela TV Mirante (aqui!), o próprio vereador Felipe Aguiar confessa que cometeu o flagrante preparado contra o prefeito Nelson Horácio.

Ele disse na reportagem, que “a gente começou a indagar o prefeito, e conseguimos ter as provas necessárias, de que realmente é pago propina na Câmara de Porto Franco “.

Primeiro ponto; porque os três vereadores foram cobrar propinas do prefeito neste almoço para que o mesmo tivesse o apoio deles na Câmara Municipal?

Segundo ponto; se os vereadores tinham suspeitas de que propina eram dadas para outros parlamentares, por que não procuraram antes o Ministério Público e a Justiça?

Conversando com alguns advogados criminalistas referente a esta gravação, todos foram categóricos em dizer que, dificilmente a Justiça aceitará tal tipo de gravação, pois a mesma é ilegal.

Os vereadores poderão ainda, serem processados nas próximas horas pelo prefeito, e correm o risco de serem enquadrados no crime de quebra de decoro parlamentar, e em seguida perderem seus mandatos. É aguardar e conferir.

E vale ressaltar que o prefeito Nelson Horácio, não efetuou e nem cumpriu com nenhuma das exigências dos vereadores que armaram tal cilada criminosa contra ele, disse um dos seus advogados ao Blog.


Com informações de Gildásio Brito (blog Minuto Barra)

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo, é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor do blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.