segunda-feira, 12 de junho de 2017

Governos Flávio Dino e Roseana na mesma linha da corrupção em matéria no Fantástico; EM QUEM ACREDITAR?

Por Luís Pablo e Gilberto Léda


Flávio Dino e Roseana Sarney: governos envolvidos em corrupção
Quando se trata de corrupção nenhum dos governos Flávio Dino e Roseana Sarney têm moral ética para apontar o dedo para outro. Os dois andam de mãos dadas quando o assunto é desvio de recursos públicos.

Ontem, dia 11, o quadro “Cadê o Dinheiro Que Tava Aqui?”, do programa do Fantástico, mostrou que o desvio milionário na saúde pública do Maranhão teve as digitais dos dois governos.

“Mudou o governo, mas a organização criminosa continuou a atuar”, afirmou o superintendente da PF no Maranhão em entrevista à TV Globo
O superintendente da Polícia Federal no Maranhão, delegado Alexandre Saraiva que os casos de corrupção apurados pela Operação Rêmora, tendo como alvo principal o Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (IDAC), também foram detectados no governo Flávio Dino (PCdoB).

“Mudou o governo, mas a organização criminosa continuou a atuar, ignorando mandato, ignorando qual partido estivesse no poder”, disse o delegado (veja a reportagem completa abaixo).

Apesar de todas as evidências de que os crimes eram cometidos durante a atual gestão, o secretário de Saúde, Carlos Lula, garante que não tinha como saber de nada.

“A gente não tinha como detectar nenhuma irregularidade, mesmo com nosso sistema de prestação de contas porque a fraude era sofisticada”, declarou ele.

A informação foi contestada pela PF. “Não é preciso por parte da organização criminosa grandes malabarismos contábeis para sacar o dinheiro da Saúde na boca do caixa”, ressaltou Alexandre Saraiva.

Tanto Roseana quanto Flávio são sujos: seus governos têm culpa diretamente ou indiretamente na roubalheira de dinheiro público da Saúde.

O furto é fruto de contratos com Oscips para terceirização da saúde do Maranhão. São milhões desviados, como falou delegados federias em reportagem na Globo.

Flávio Dino, como ex-juiz federal, deveria preservar sua ética moral, mas acabou tendo seu governo no mesmo lamaçal de corrupção de quem sempre apontou o dedo: o grupo Sarney. O que é lamentável, principalmente para quem votou e acreditou em dias melhores para o Estado.

Em quem acreditar?

Clique e veja a reportagem do Fantástico:


0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo, é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor do blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.