domingo, 11 de novembro de 2018

Advogado de 18 anos é o mais jovem a defender caso na tribuna do STF


Mateus Costa Ribeiro se tornou aos 18 anos o mais jovem advogado do Brasil a defender um argumento na tribuna do Supremo Tribunal Federal (STF). Nesta quinta-feira (8), Mateus defendeu seus argumentos de uma ação direta de inconstitucionalidade contra uma lei do Rio Grande do Sul que proibiu que patrões façam revistas íntimas em empregados. O relator do processo, Luiz Edson Fachin, elogiou o jovem advogado.

“Rogo a vossas excelências que acolham o pedido definitivo desta ação direta e declarem inteiramente inconstitucional a lei questionada”, disse o advogado em parte de sua sustentação oral.

Para Fachin, Mateus já é parte de um grupo seleto de advogados. “Vou procurar sintetizar as quase duas dezenas de páginas que tomei a liberdade de distribuir a vossas excelências não sem antes cumprimentar o jovem advogado que consumou pela primeira vez na tribuna fazendo uma sustentação oral que já o coloca no exercício escorreito do mundo da advocacia. Portanto, o congratulo efusivamente", afirmou.

O caso acabou sendo adiado e ainda não foi julgado.

Começou cedo

Mateus foi aprovado no curso de direito da UnB aos 14 anos e precisou de uma liminar na Justiça para conseguir ser autorizado a se matricular. Ele teve que fazer o ensino médio em 24 horas, segundo o G1.

Depois dos quatro anos de curso, Mateus passou no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de primeira, se tornando o advogado mais jovem do país, de acordo com o órgão.

(Com G1 DF e Correio 24H)

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo, é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor do blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.