domingo, 25 de novembro de 2018

Professora poção-pedrense Andréia Rubens lança livro voltado à prática docente

Literatura em destaque



Na manhã deste sábado, 24, aconteceu no auditório do C.E Joaquim Salviano o lançamento do Livro “O Processo de Aprendizagem da Língua Inglesa na Escola: Um diálogo com a internet” (PoD Editora), escrito através de parceria entre as autoras Prof.ª Dr.ª Andréia Rubens – de Poção de Pedras e a Prof.ª Francileide Araújo – da cidade de Codó - MA.



A obra mostra a relação do uso da internet e a aprendizagem da língua inglesa, para melhor auxiliar o aluno a navegar de maneira significativa, com aprendizagem, com consequências positivas, levando um novo olhar para essa relação e conhecendo novas alternativas para desenvolver a aprendizagem desse idioma.


Prestigiaram o evento o Prof. Francisco, diretor-presidente da Faculdade de Educação Memorial Adelaide Franco – FEMAF, que apoiou a obra; Prof. Antônio Alves, coordenador do Polo em Poção de Pedras; Janes Glêb Silva, secretária municipal de Políticas para Mulheres de Pedreiras; Raimundo Corrêa, também escritor e secretário municipal de Educação de Esperantinópolis; Sônia Carneiro, professora e vereadora; diretores de escola e alunos, além de familiares das autoras.

Fortes emoções tomaram conta do lançamento do livro. As autoras apresentaram a introdução ao conteúdo e expuseram um pouco a trajetória marcada por percalços para se obter o resultado da obra; recebendo então homenagens de pessoas que integraram a mesa e de alunos presentes.

As comunidades docente, estudantil e acadêmica de Poção de Pedras sentem-se honrados com a obra literária, que chega como mais um riquíssimo auxílio de propriedade cultural imaterial, concebido de uma ilustre poção-pedrense para agregar subsídio tanto em suas formações, como na prática docente diária, vislumbrando a instrumentalização da língua.

Sobre as autoras

Andréia Rubens Nunes de Araújo é graduada em Letras: Língua Portuguesa/Inglesa e suas respectivas Literaturas pela UEMA, em Pedagogia pela Faculdade de Ciências de Wenceslau Braz – FACIBRA e em Letras/Espanhol pela UFMA. Especialista em Metodologia do Ensino e da Pesquisa em Língua Portuguesa pela UNIFIA e, também, em Gestão Escolar Integradora: Supervisão, Orientação e Inspeção Educacional pela FLATED. Mestra em Letras pela UFPE e Doutora em Ciências da Educação UPAP.

Francilene Oliveira de Araújo é graduada em Pedagogia com especialização em Gestão e Supervisão Escolar pela Faculdade Latino Americano de Educação – FLAED.

Onde adquirir o livro?


Pessoalmente com Andréia pelo fone (99) 98438-5422, ou pelo site da editora pelo telefone: (21) 2236-0844, ainda pelo e-mail: atendimento@podeditora.com.br

Clique e veja o spoiler aqui!

Galeria de fotos



































4 comentários:

  1. Um grande exemplo de determinação. Prof. Dra. Andreia, tem minha eterna admiração.

    ResponderExcluir
  2. Gente, sem querer ser maldosa, fui no site da UFPE pesquisar a Dissertação da Andreia para eu ler e adivinhem? Não está no Repositório. Procurei saber quem foi a orientadora dela e vi que essa orientadora nem tem currículo Lattes, uma afronta a quem trabalha numa Federal. Pesquisei ainda sobre as dissertações da UFPE que tratam dos problemas educacionais em Poção de Pedras, Ma e adivinhem, nadica de nada. Muito suspeito esse mestrado na UFPE, uma instituição dessas e não ter publicado a dissertação dela, ou a dissertação era um lixo. Pronto, falei!!!

    ResponderExcluir
  3. Essa "doutora" não fala lé com cré. Nunca vi uma pessoa possuir doutorado e não ser ao menos professor assistente em uma universidade federal ou estadual.

    ResponderExcluir
  4. A andreia rubens fez o doutorado em 2011 e o mestrado em 2013. NUnca vi isso!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo, é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor do blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.