quarta-feira, 6 de março de 2019

Forrozão Tropykália esclarece imbróglio com Caio Carlos após contratação para o aniversário de Poção de Pedras


A gerente administrativa da banda Forrozão Tropykália, Marineiz Belizário, se manifestou em nota oficial acerca de publicação (reveja) em que o pré-candidato a prefeito Caio Carlos afirma estar processando a banda e alega ter repassado os 50% restantes do cachê referente ao show realizado em Poção de Pedras, na ocasião do aniversário da cidade.

Veja a íntegra:


Direito de resposta Forrozão Tropykália

“Sou Marineiz Belizário e na função de gerente administrativa da banda FORROZÃO TROPYKALIA, quero esclarecer aqui sobre as publicações que vem circulando nos blogs e redes sociais no Estado do Maranhão, em função de um show que aconteceu em Porção de Pedras/MA dia 20 janeiro de 2019, show este, contratado pelo Sr. Caio Carlos da Silva Farias.

Continua...



Quem me conhece, sabe que não sou de polemicas em redes sociais, estou hoje aqui falando sobre este lamentável episódio porque não tive escolha, diante destas acusações do Sr. Caio Carlos, eu me sinto obrigada a falar sobre o que de fato está acontecendo.

Temos uma história de 22 anos no ramo de forró, trabalhando afinco com honestidade e não podemos deixar que venha uma pessoa no mínimo DESEQUILIBRADA, jogar na “LAMA” o que construímos ao longe de 22 anos.

Gostaria de dizer que é lamentável tudo isso, a banda num total de 20 pessoas, fez seu trabalho mesmo com vários transtornos, porque após dois shows no sábado(19/01) aqui no Ceará, a banda fez um percurso de 12hs de viagem, chegando a cidade de Porção de Pedras as 19hs, não tinha hotel, nem alimentação reservados para a banda (os cantores e motoristas ficaram numa casa arranjada pelo contratante, restante da banda ficaram dentro do ônibus das 19hs até 00hs quando iniciou o show, e uma alimentação improvisada foi servida em torno das 23hs).

O transtorno se deu também quanto ao recebimento dos 50% (cinquenta por cento) restantes, referente a apresentação.

Quase hora de iniciar o show e nada de pagamento, de repente o Sr. Caio Carlos encaminhou para o coordenador da banda via whatsApp três(03)recibos somando o total  do débito dos 50%, todos DOC feitos após as 23hs, exatamente assim: 1ª transação (23:07:49) 2ª transação (23:19:26) 3ª transação (23:23:40), dinheiro este que nunca entrou na conta da banda (segundo o Sr. CAIO houve um bloqueio do seu banco por medida de segurança, pelo fato do mesmo ter efetuado um volume muito alto de transações aquele dia), fomos mantidos aí em BANHO MARIA até sexta feira dia 25/01 quando novos “papeis” iguais aos primeiros mas com data do dia 25/01, nos foi enviado e assim como os primeiros também não apareceu em nossa conta dinheiro algum.

Para resumir: ATÉ HOJE 05/03/2019 após 43 dias da realização do show, afirmo com toda convicção que NÃO RECEBEMOS os 50% restantes referente ao SHOW DE PORÇÃO DE PEDRAS/MA, que aconteceu dia 20 de janeiro 2019.

Para aumentar os transtornos, invés da banda processar o Sr. Caio pelo NÃO PAGAMENTO dos nossos serviços, recebemos a notícia de que Sr. Caio processou a banda e pede “indenização” (algo nunca vivido antes).

Enfim, mesmo com a situação invertida, estamos aguardando a solução deste problema que já causou DANOS irreparáveis a banda, sem contar que trabalhamos e queremos receber, e como diz o Sr. Caio; que a JUSTIÇA seja feita e que seja de forma URGENTE.

Eu ainda não sei exatamente qual a finalidade de tudo isto, o que este rapaz pretende com este “CIRCO” todo, mas estamos aguardando para ver.

Quero aqui deixar claro que não concordo com a publicação feita nos blogs, citando débito existente do Sr. Caio Carlos com a banda Forrozão Tropykália, porque simplesmente não faz parte da nossa política de trabalho fazer esse tipo publicação, afirmo que não temos absolutamente nada a ver com isto, portanto quem publicou agiu errado.

Grato pela atenção.

Marineiz Belizário
Gerente administrativa da banda FORROZÃO TROPYKALIA”


Um comentário:

  1. Finalmente esses carinha resolveu mostrar sua verdadeira face, já começou mau levando fama de caloteiro como diz a própria banda.
    Agora seria bom ele se explicar , 171 é crime .

    ResponderExcluir

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo, é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor do blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.