segunda-feira, 8 de abril de 2019

Bolsonaro demite Vélez e anuncia Abraham Weintraub como ministro da Educação


O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira (8), em seu Twitter, que demitiu o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez. Bolsonaro anunciou o professor Abraham Weintraub ao cargo.

Na última sexta-feira (5), o presidente já havia sinalizado uma possível demissão do ministro. Segundo ele, “está bem claro que não está dando certo, que falta gestão” no ministério. “Vamos tirar a aliança da mão esquerda e pôr na direita. Ninguém mais vai reclamar. Vélez é boa pessoa. Quem vai decidir sou eu. Segunda é o dia do fico ou não fico”, disse na ocasião.

No mesmo dia, porém, o ministro da Educação negou que deixaria o comando do MEC. “Não vou entregar o cargo”, respondeu ele a jornalistas ao chegar no 18º Fórum Empresarial Lide.

A demissão de Vélez Rodríguez ocorre após oito recuos e quinze demissões em apenas três meses de gestão. Umas das maiores polêmicas envolvendo a pasta foi a carta enviada a escolas públicas e privadas de todo o país na qual pedia para os alunos fossem filmados cantando o Hino Nacional e repetindo slogan eleitoral do então candidato Jair Bolsonaro, “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”.

O então ministro também recebeu críticas depois que publicou, no Diário Oficial da União (DOU), que adiou para 2021 a avaliação do nível de alfabetização das crianças brasileiras. A medida foi revogada no dia seguinte.

“Comunico a todos a indicação do Professor Abraham Weintraub ao cargo de Ministro da Educação. Abraham é doutor, professor universitário e possui ampla experiência em gestão e o conhecimento necessário para a pasta. Aproveito para agradecer ao prof. Velez pelos serviços prestados”, afirmou o presidente.

Com Jovem Pan Uol

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo, é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor do blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.