quarta-feira, 10 de abril de 2019

Sarney luta na justiça para manter aposentadoria ‘tripla’ de R$ 73 mil


Enquanto o país afunda nas mãos dos caciques da política (PT, PSDB, PMDB, etc…), o ex-presidente José Ribamar Ferreira de Araújo Costa (também conhecido como José Sarney), luta na Justiça para manter sua tripla aposentadoria.

É isso mesmo que você leu … TRIPLA APOSENTADORIA!

A renda de Sarney, valor representa mais que o dobro do teto constitucional (R$ 33.700,00) para o servidor público no país, lhe garante uma aposentadoria de R$ 73 mil por mês.

Sarney já foi condenado pela Justiça Federal do DF a devolver aos cofres públicos tudo que recebeu acima do teto constitucional desde 2005, porém tenta ‘lutar’ juridicamente para manter suas regalias.

Aos 87 anos, o político maranhense acumula uma pensão de R$ 30.471,11 como ex-governador de seu estado, outra de R$ 29.036,18 como ex-senador e uma terceira de R$ 14.278,69 como servidor aposentado do Tribunal de Justiça do Maranhão, totalizando R$ 73.785,98.




A DEFESA

A defesa do ex-presidente alega que os proventos recebidos da inatividade não podem ser alcançados pelo teto previsto na Constituição, visto que os pagamentos são feitos por entes federativos diferentes, o que não configura um “extrapolamento do teto constitucional”.

LAVA-JATO

Desde fevereiro de 2017, Sarney é investigado na Operação Lava Jato por tentativa de obstrução da justiça junto com os senadores Romero Jucá (PMDB-RR) , Renan Calheiros (PMDB-AL) e o ex-diretor da Transpetro Sérgio Machado.

Os quatro são acusados de formação de organização criminosa, conforme delação premiada feita pelo próprio Sérgio Machado, que gravou várias conversas com os políticos.

Do Diário do Brasil .Org

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo, é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor do blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.