segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Justiça manda soltar Júnior do Nenzim, acusado do assassinato do próprio pai em Barra do Corda


A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) concedeu nesta segunda-feira (7) habeas corpus para Manoel Mariano Filho, o Júnior do Nenzim, acusado de matar o pai, o ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Souza, o Nenzim, em dezembro de 2017, na zona rural do município. O caso teve grande repercussão no estado.

Junior do Nenzim agora vai responder ao processo em liberdade, enquanto aguarda o julgamento. O acusado estava preso desde dezembro de 2017, após ter sido apontado como principal suspeito de ter assassinado o pai.

As investigações da Polícia Civil apontaram que somente Mariano, estava com o pai, e desvendou as relações que levavam a ele como assassino. Mais de 20 testemunhas foram ouvidas. Após a finalização do inquérito, Manoel Mariano foi denunciado pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA).

A motivação do crime seria o fato de Júnior do Nenzim estar vendendo várias cabeças de gado do pai para pagar dívidas. Os dois estariam indo à fazenda “depenada” pelo filho quando ele certamente seria descoberto.

Votaram pela liberdade de Júnior do Nenzin os Desembargadores Froz Sobrinho e Tayrone Silva, contra a soltura votou o Desembargador Josemar.

Por Clodoaldo Corrêa 

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo, é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor do blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.