quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

A maior apreensão de cocaína já realizada no Piauí


Foram apreendidos R$ 12 mil reais, duas aeronaves e mais de uma tonelada de cocaína pura nessa terça-feira (10), em uma operação deflagrada pelo Grupo de Repreensão ao Crime Organizado (GRECO), Batalhão de Operações Especiais da PM, Divisão de Operações Especiais (DOE) e Delegacia de Entorpecentes (DEPRE) em conjunto com a Secretaria de Segurança do Estado do Piau, na zona Norte de Teresina.


Segundo informações policiais, durante a ação sete pessoas foram presas, elas foram identificadas como, André Luís de Oliveira Cajé Ferreira; Alexandre Vagner Ferraz; Alexandro Vilela de Oliveira; Vagner Farabote Leite; Renato Solon Gondim Magalhães - piloto de avião; João da Cruz Marques, Alexandre Barros Pereira de Meneses.

Entre os presos, três são pilotos de avião, dois possuem registros de Pernambuco. Os outros presos são da Bahia e Pará. Segundo as investigações, um piauiense auxiliou o trabalho do grupo em Teresina. A quadrilha alugou pelo menos 3 residências na capital, incluindo um sitio próximo ao aeroporto da capital. A droga está avaliada em R$ 25 milhões.


De acordo com a Secretaria de Segurança, essa é a maior apreensão de cocaína já realizada no estado. A polícia desarticulou o grupo de criminosos suspeitos de tráfico de drogas e associação para o tráfico que agiam em dois hotéis e em uma quitinete naquela região.

A polícia ainda acredita que provavelmente a cocaína veio da Bahia. Depois a droga seria despachada para Fortaleza e seguiria para o exterior, e o destino seria a Europa.




Com informações - Manuela Vieira / O Imparcial 


0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor deste blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.

Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o e-mail: imprensa@fernandomelo.blog que iremos avaliar.