segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Bolsonaro está irritado com as mudanças na CNH proposta por Juscelino Filho


Poucas coisas incomodaram tanto o presidente Jair Bolsonaro neste final de ano quanto as mudanças feitas pela Câmara no projeto que altera as regras para a renovação da carteira de motorista.

O texto original, enviado pelo Executivo, amplia de cinco para dez anos o prazo de validade da CNH de cidadãos com até 65 anos. Além disso, eleva de 20 para 40 pontos o limite de infrações para a cassação do documento.

O relator, Juscelino Filho (DEM), propõe validade de dez anos apenas para motoristas com até 48 anos — os mais velhos teriam de renovar a cada 5 anos — e estabelece teto de 40 pontos somente para quem ficar 12 meses sem cometer nenhuma infração gravíssima.

O Globo / Sílvia Teresa 


0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor deste blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.

Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o e-mail: imprensa@fernandomelo.blog que iremos avaliar.