terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Pesquisa: 1 a cada 5 brasileiros bloqueou amigos ou família por discussão política

Pesquisa mostra que polarização política ainda afeta relações interpessoais (Foto: Getty Images)

Uma nova pesquisa realizada pelo Datafolha entre 5 e 6 de dezembro mostra que 19% dos brasileiros – ou seja, um a cada cinco – bloquearam ou deixaram de seguir amigos, parentes ou empresas no último ano por discordar de posicionamentos políticos. Foram entrevistadas 2.948 pessoas em 176 cidades do Brasil.

Os números mostram que a polarização política que marcou as eleições presidenciais de 2018 continua interferindo nas relações interpessoais no Brasil, mesmo um ano após o fim da corrida eleitoral com a vitória de Jair Bolsonaro (sem partido).

De acordo com o Datafolha, uma a cada quatro pessoas entrevistadas (27%) disse já ter saído de um grupo no WhatsApp por conta de discussões sobre o cenário político com amigos ou familiares. Por outro lado, 16% entraram em grupos no último ano para divulgar e discutir opiniões parecidas com as suas.

Metade (51%) das pessoas afirmou que já deixou de comentar ou compartilhar alguma coisa sobre o tema em um desses grupos para evitar discussões com amigos ou familiares. Nas outras redes sociais, o número de pessoas que evitaram fazer postagens sobre política é ligeiramente menor, mas ainda expressivo: 46%.

Mais da metade dos entrevistados (54%) acredita que as novas mídias têm um papel importante no direcionamento da atenção de políticos às discussões sociais. Os dados do Datafolha são referentes aos últimos 12 meses, e consideram pessoas que têm perfis em redes sociais como Facebook, Instagram, Twitter e WhatsApp.

Yahoo Notícias 


0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor deste blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.

Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o e-mail: imprensa@fernandomelo.blog que iremos avaliar.