segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

“Antes de chegar a próxima eleição, o hospital estará pronto” – a promessa de Flávio Dino para Poção de Pedras que não passou de discurso

Flávio Dino em visita a Poção de Pedras. Foto/Blog Fernando Melo

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) – que ora tenta midiaticamente consolidar seu nome a uma conjuntura política no cenário de 2022 -, por duas ocasiões distintas prometeu ao povo de Poção de Pedras, cidade distante a 350 km de São Luís a qual sempre concedeu-lhe maioria esmagadora de votos, que realizaria o sonho da população de ter um hospital próprio.

A primeira vez em que o atual governador fez a promessa foi antes mesmo de eleger-se no primeiro mandato, quando veio a cidade em campanha e discursou em frente ao Palácio Gérson Sá. Já depois de eleito, Flávio Dino passou praticamente todo o governo sem lembrar que Poção de Pedras é contida politicamente no mapa do estado.

Às portas das eleições, o governo do Maranhão começou a liberar alguns quilômetros do Mais Asfalto e entregou alguns veículos, entre viatura, ambulâncias e patrulha agrícola. Ao vir inaugurar as obras do Mais Asfalto, em 19 de setembro de 2017, Dino mais uma vez ilude a esperança deste povo sofrido ao anunciar que, mesmo o BNDS não financiando mais a construção do hospital de 20 leitos, iria concluí-lo com recursos próprios do estado. “(...) O compromisso do hospital vai ser cumprido, quem morre em véspera é peru em tempo de Natal; antes de nós chegarmos na próxima eleição (outubro de 2018), o hospital estará pronto e entregue ao povo de Poção de Pedras como eu me comprometi”, disse Dino na ocasião do discurso.  

As obras no local da construção foram até então retomadas e paralisadas diversas vezes por falta de materiais. E por último, de acordo com o que apurou o blog, continuam paralisadas, mesmo estando no processo de acabamento, adiando assim outra vez a sua promessa de palanque.

A conclusão do hospital de 20 leitos em Poção de Pedras por enquanto é utopia. 

Enquanto isso, o povo padece a ausência de um hospital próprio, que ofereça infraestrutura e condições adequadas para o atendimento público básico de saúde. É bem verdade que temos em cidades como Bernardo do Mearim e Lago dos Rodrigues, hospitais que são sinônimos do desmonte na saúde pública impetrado pelo comunista atualmente, que poderiam atender as cidades adjacentes, mas lamentavelmente foram reduzidos a policlínicas.

Assista e relembre



14 comentários:

  1. Ninguém confia mas nesse perseguidor comunista... Só os babão mesmo, kkk

    ResponderExcluir
  2. Sim e o de lago da pedra o cupim vai comer ta bom de enagura nao ou so ficou pra enfeito

    ResponderExcluir
  3. Nao acreditem porque fez a mesma promessa a lago da pedra e ate hoje nao cumpriu e porque o hospital ja esta feito.

    ResponderExcluir
  4. Tenhe razão , já está chegando tempo da política quero ver se não faz rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Ano passado, arrecadou mais de 24 bilhões em impostos.
    SERÁ SE É SÓ PRA COMPRAR X TUDO COM COCA-COLA???

    ResponderExcluir
  6. Ter um governador como Flávio Dino deve ser horrível...

    ResponderExcluir
  7. Se quer mesmo fazer alguma coisa pelo povo bota escola pública Boa pa pobre estudar medicina e bota médico para atender de casa em casa ensinando prevenir as doenças e curando também. Faz isso air eu acredito que tem Boa vontade e sabedoria pra ajudar o povo!

    ResponderExcluir
  8. O Maranhão afunda na corrupção e é o estado que mais se apoia corrupto.

    ResponderExcluir
  9. É um sonho de 99.9 % da população

    ResponderExcluir
  10. Sera se roseana e o seu gp cumpriu na risca tds as promesas kkkkk

    ResponderExcluir
  11. 6 ano de promessa no papel e eu nao acredito neste governador

    ResponderExcluir
  12. As promessas quase sempre são assim?

    ResponderExcluir
  13. Eu acho que não vai estar construído não enquanto o hospital do nosso prefeito estiver alugado para o nosso município ele nunca que vai correr atrás de outro hospital não sei se tem alguém que pensa que nem eu mas o meu pensamento é assim

    ResponderExcluir

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor deste blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.

Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o e-mail: imprensa@fernandomelo.blog que iremos avaliar.