quinta-feira, 19 de março de 2020

Famem defende barreiras sanitárias e restrições a ônibus interestaduais


O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, Erlanio Xavier, vai solicitar ao governador Flávio Dino que por meio de decreto proíba a entrada no estado de ônibus interestaduais com origem em lugares onde haja casos diagnosticado do novo coronavírus. A medida restritiva visa reduzir a circulação do Covid-19 em território maranhense.

“A ideia é que sejam montadas barreiras sanitárias nas BRs dos municípios que fazem fronteira com estados que possuam casos comprovados de pessoas que contraíram o novo coronavírus. Essa é uma precaução que devemos tomar para conter o avanço dessa doença em solo brasileiro, a fim de evitarmos o estágio de transmissão comunitária”, esclareceu o presidente da entidade municipalista. Segundo o presidente a barreira seria constituída por equipes da Vigilância Epidemiológica e Sanitária do estado com amparo da Polícia Rodoviária Federal. A ação integraria ainda agentes da vigilância fitossanitária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Prefeitos de municípios localizados na fronteira com outros estados manifestaram preocupação com o potencial de contágio que o transporte terrestre pode causar. Embora muitos dos passageiros não tenham como destino final estes municípios, geralmente utilizam serviços de restaurante ou rodoviária, o que se constitui em uma ameaça de propagação do novo coronavírus.


0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor deste blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.

Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o e-mail: imprensa@fernandomelo.blog que iremos avaliar.