sábado, 23 de maio de 2020

FAMEM – nota sobre os ataques da ministra Damares Alves a prefeitos e governadores


A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, entidade que congrega os prefeitos de 217 cidades, repudia de forma veemente a fala da ministra Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, na reunião cujos vídeos deixaram a nação atônita diante do nível de despreparo e falta de decoro dos integrantes do governo Bolsonaro.

É indigna a forma como a ministra dos Direitos Humanos se refere aos prefeitos e governadores. Damares tem se notabilizado por uma postura folclórica, complemente avessa à exigência da estatura do cargo para o qual foi convidada. Seu comportamento celerado não condiz com as demandas exigidas pelo povo brasileiro.

Os prefeitos de todo o país têm buscado o isolamento social e recorrido a medidas extremas como o bloqueio total, amparados no entendimento legal e plenamente harmonizados com os direitos humanos. Como entidade representativa, nosso posicionamento em favor dos prefeitos é uma missão inarredável. Isso está fora do âmbito de compreensão da ministra para quem a função se reduz meramente a compactuar com pensamentos retrógrados, contrários à própria vida, dádiva inalienável e bem mais caro.

É incontestável a eficácia do isolamento social, corroborado pela comunidade científica do mundo inteiro. Aos prefeitos foi conferido pela mais alta corte da justiça o direito de conduzir a batalha em prol da saúde da população da sua cidade, procedimento inerente e exorbitado no exercício do mandato dos gestores. Damares desconhece a hercúlea luta dos prefeitos para fazer frente ao volume de atendimento em tempos normais. Em plena pandemia, a realidade de contar com a menor per capita para a saúde, emerge como uma chaga desafiadora.

Ao pugnar pela punição aos gestores que tomam medidas com vistas a zelar pela saúde de seus munícipes, a ministra exibe sua mediocridade e se iguala à peste que ameaça nosso povo, mergulhado na angústia da luta contra o desconhecido.

Erlanio Xavier

Presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão e prefeito de Igarapé Grande



12 comentários:

  1. Que a reorganização do pacto federativo pretendida pelo Presidente e o Min da Economia acabe com repartições como essa. FAMEM kkkkkk ai ai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meu amigo, essa tal de FAMEM não serve de nada, a não ser pra fazer politicagem e eleger deputados estaduais e federais no MA...

      Excluir
  2. Tem que ir pra cadeia mesmo, não vi nada de errado na fala da ministra. Agora se sentiram ofendidos, alguma coisa devem. Lugar de político ladrão é na cadeia, e não em governo de município ou estado manipulando o dinheiro público como se fosse deles...

    ResponderExcluir
  3. Ataques? A ministra falou certo esses governadores e prefeitos estão se aproveitando da situação e se houver algum desvio de recursos tem que ir pra cadeia msm ta apoiada ministra.

    ResponderExcluir
  4. ministra esta certa todos ladrão bandidos

    ResponderExcluir
  5. Parabéns ministra vc min representa falou a vdd

    ResponderExcluir
  6. Tem que investigar mesmo...e prender quem errou.

    ResponderExcluir
  7. E ela FALOU alguma mentira? Tudo LADRÃO e covarde

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente foi infeliz em defender, um gonvernador comunista querendo amordaçar o povo dentro dos coletivos com medidas abusivas.

    ResponderExcluir
  9. Os prefeitos q estão fazendo a coisa correta não devem se preocupar, já os corruptos sim

    ResponderExcluir
  10. Sabia que viria essas notas de repúdio. Se o prefeito estiver fazendo uma boa gestão não tem que se preocupar, mas se for ao contrário, espera a polícia as 6 da manhã.

    ResponderExcluir
  11. Quem não deve, não teme, senhores Prefeitos(as)...

    ResponderExcluir

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor deste blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.

Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o e-mail: imprensa@fernandomelo.blog que iremos avaliar.