terça-feira, 4 de agosto de 2020

Urgente – Grande explosão em Beirute deixa mortos, vários feridos e cenas de guerra


Reprodução

Uma explosão de grandes proporções atingiu o porto de Beirute, no Líbano, nesta terça-feira, 4. Segundo a imprensa local, as forças de segurança e o ministro da Saúde, Hamad Hassan, a explosão ocorreu em um armazém que estocava fogos de artifício. Ao menos 100 pessoas morreram, segundo disseram fontes médicas à agência Reuters, 100 estão desaparecidas e 4 mil ficaram feridas.

Imagens nas redes sociais mostram o armazém pegando fogo com luzes, parecidas com as de rojões, acendendo e apagando rapidamente. Logo depois o local é consumido por uma explosão. Há relatos, não confirmados, de uma explosão secundária no centro da capital.

Vídeo

De acordo com a emissora LBC, Hassan afirmou que a explosão deixou um “grande número de feridos”. O ministro da Saúde informou que todos os hospitais da cidade foram instruídos a receber os feridos. A emissora Al Mayadeen afirmou que o número de feridos pode estar na casa das centenas.

“Vi uma bola de fogo e fumaça sobre Beirute. As pessoas estavam gritando, correndo e sangrando. Varandas de prédios foram destruídas. Vidro de prédios altos caíram e quebraram na rua”, disse uma testemunha das detonações à agência Reuters.

Caldeirão de problemas

O Líbano vive hoje uma situação política, social e econômica grave. Após protestos em 2019, um novo governo foi formado com a proposta de implementar medidas que salvassem o país da crise. Além disso, as explosões ocorrem na mesma semana em que o Tribunal Especial para o Líbano (TSL), com sede em Haia, apoiado pelo governo e pela Organização das Nações Unidas (ONU) dará o veredito sobre o assassinato do ex-primeiro-ministro Rafic Hariri, em 2005.

Os réus são suspeitos de integrarem o braço armado do Hezbollah, que dentro do país é um partido político, e, 15 anos após o assassinato, continuam soltos. Junto de Hariri, outras 21 pessoas morreram quando um carro bomba explodiu.

A explosão secundária, não confirmada, teria ocorrido próxima da casa do também ex-primeiro-ministro e filho de Rafic, Saad al-Hariri. Segundo a imprensa local, Saad está seguro.

Da Veja 


0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor deste blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.

Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o e-mail: imprensa@fernandomelo.blog que iremos avaliar.