sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Repórter Record denuncia esquema fraudulento de R$ 22 milhões envolvendo prefeita e Consórcio da Estrada de Ferro no MA

Vídeo


O Repórter Record Investigação exibido na noite desta quinta-feira (14) teve acesso, com exclusividade, a um dossiê do Tribunal de Contas do Maranhão que revela evidências da participação de Karla Batista, ex-prefeita de Vila Nova dos Martírios, no CIM (Consórcio Intermunicipal Multimodal) que até 2017 se chamava COMEFC (Consorcio dos Municípios da Estrada de Ferro Carajás no Maranhão).

Para o TCE, na prática, o consórcio pode ser a caixa preta da corrupção em licitações fraudulentas em cidades às margens da Estrada de Ferro Carajás. O Consórcio que reúne 28 cidades é apontado como fonte de corrupção em licitações fraudadas.

De acordo com a reportagem da TV Record, na gestão de Karla Batista pelo menos três licitações chamaram atenção do TCE-MA, uma para licitação de kits de livros no valor de R$ 13,7 milhões e outra no valor de R$ 4,4 milhões para compra de lanche, ambas vencidas pela empresa de fachada Letrarte Livros e Cursos Profissionalizantes, registrada em Fortaleza-CE.

Em outra licitação citada na reportagem, a gestão Karla Batista no Consórcio comprou por meio de licitação com suspeita de fraude mais de R$ 3,7 milhões em curso de inglês e libras da empresa Pirâmide Global Consultoria e Serviços, registrada na cidade de Imperatriz-MA.

De acordo com o Repórter Record Investigação o operador do esquema é Dilton Carvalho, que disputou o cargo de Deputado Federal pelo Maranhão nas eleições de 2018.

Todos os contratos foram suspensos por determinação do TCE-MA e o caso está sendo investigado pelo Ministério Público do Maranhão.

(Domingos Costa)


0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor deste blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.

Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o e-mail: imprensa@fernandomelo.blog que iremos avaliar.