terça-feira, 9 de março de 2021

Agora que Flávio sinalizou para Brandão só restará a Weverton romper…

 

Weverton e Dino (Reprodução)

O senador Weverton Rocha (PDT) foi reavisado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) a respeito à tomada de decisão pela escolha de Carlos Brandão (Republicanos) como candidato único à sucessão do grupo ao Palácio dos Leões.

Em dura conversa ocorrida no mês passado, Dino alertou o pedetista sobre a confiança pública que sempre depositou no atual vice-governador para continuação de seu legado e unidade de seu grupo político, e que Weverton terá de decidir entre continuar aliado ou por rompimento. O prazo dado vai até setembro próximo, quando o governador pretende anunciar publicamente a chapa majoritária de 2022, mas pode ser antecipado.

Segundo fontes do ATUAL7 com quem Flávio Dino relatou sobre a reunião, citando o senador Roberto Rocha (PSDB-MA) como exemplo, o comunista advertiu o pedetista que não aceitará ser novamente traído por alguém que ele alçou ao Senado, e rememorou que, para manter o grupo unido, voltou atrás da decisão que havia tomado após a primeira traição de Weverton nas eleições municipais de São Luís, e manteve o PDT com espaços importantes no governo.

O Sistema Difusora, de propriedade do ex-suplente de senador Edison Lobão Filho, o Edinho (MDB-MA), mas atualmente controlado por uma empresa que tem o senador do PDT como sócio, também foi citado na reunião, quando Dino advertiu que investidas a Carlos Brandão são afrontas ao próprio governo do qual o próprio Weverton faz parte, e que Brandão estará efetivado na cadeira mais alta do Executivo a partir do ano que vem, quando sob disputará a reeleição para o governo.

Em conversa anterior, em janeiro, com a participação do secretário estadual de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Márcio Jerry (PCdoB), o governador já havia lembrado Weverton que jamais houve compromisso em apoiá-lo, e que a liberdade democrática dada para que ele se movimentasse não deveria ser entendida como esperança de futuro apoio.

Na semana passada, revelou o ATUAL7 mais cedo, Dino se reuniu com o núcleo central do Palácio dos Leões para declarar abertamente, pela primeira vez, sobre a escolha por Carlos Brandão. Até antes da segunda conversa com Weverton, a manifestação era feita apenas aos secretários estaduais mais próximos do governador, em conversas reservadas.



0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor deste blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.

Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o e-mail: imprensa@fernandomelo.blog que iremos avaliar.