terça-feira, 23 de março de 2021

Sinproesemma solicita prioridade para a vacinação da comunidade escolar

 

O Sinproesemma protocolou ofício junto à Secretaria de Educação do Estado e a Secretaria de Saúde, solicitando que a comunidade escolar tenha prioridade na vacinação contra a Covid-19, mediante a assinatura de contrato do Governo do Estado para a aquisição de 4,5 milhões de doses do imunizante Sputnik V pelo Estado do Maranhão. A entrega do primeiro lote deve ocorrer em abril.

O ofício reforça o posicionamento do Sinproesemma para a necessidade de vacinação dos trabalhadores em educação, alunos e pais de alunos para o restabelecimento das atividades educacionais presenciais no Estado com a segurança necessária para todos.

“Estamos reforçando o nosso posicionamento sobre a necessidade de vacinação para toda a comunidade escolar, assegurando assim a volta das aulas presenciais no Estado. Temos plena convicção que a vacinação é a única forma de contermos a pandemia e darmos a segurança necessária para todos”, pontuou Raimundo Oliveira, presidente do Sinproesemma.

Segundo Relatório do Banco Mundial, divulgado nesta quarta-feira, 17, que analisa os impactos da pandemia na educação para a América Latina e Caribe apontou que o fechamento prolongado de escolas devido a pandemia pode fazer que até 70% das crianças brasileiras não consigam ler e compreender um texto simples ao concluir o ensino fundamental.

“Temos consciência dos problemas que essa realidade tem trazido ao contexto educacional e social do nosso Estado. Por isso fazemos essa campanha para a priorização da imunização da comunidade escolar como forma do retorno às aulas presenciais e a tentativa de minimizar os prejuízos causados a educação”, finalizou Oliveira.


0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor deste blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.

Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o e-mail: imprensa@fernandomelo.blog que iremos avaliar.