quinta-feira, 8 de abril de 2021

Pacientes do Centro de Atenção Psicossocial seguem sem atendimentos em Poção de Pedras

 

CAPS de Poção de Pedras, de portas fechadas em período de extrema necessidade. (Foto: Reprodução)

A redação do blog tem recebido inúmeras denúncias sobre o não funcionamento do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS de Poção de Pedras, bem como a ausência de profissionais específicos para acompanhar e prestar suporte aos pacientes que necessitam de atendimentos.

Construído na gestão do ex-prefeito Dr. João Batista, hoje o prédio encontra-se quase em situação de abandono, de portas fechadas desde o ano passado, visto que o atual prefeito Francisco Pinheiro não mediu o mínimo esforço para reabri-lo. Muito embora mantido pelo Fundo Municipal de Assistência Social, esta unidade é de uma necessidade imprescindível em caráter de emergência em saúde pública. E excepcionalmente por isto, apesar da pandemia, o local deveria se manter aberto. Mais abaixo você irá entender o porquê.

Alguns leitores do blog nos enviaram mensagens, fazendo apelo ao governo municipal para que dê algum posicionamento de quando os atendimentos serão retomados, pois estão observando que muitos pacientes precisam de medicamentos e acompanhamentos, e suas famílias estão sem saber se os atendimentos voltarão ou não.

Os moradores citaram exemplos de pacientes de determinados bairros e até da zona rural que estão padecendo, porque suas famílias não têm condições de comprar os remédios, e o único lugar onde estes poderiam ser fornecidos seria no CAPS.

“Há alguns destes pacientes que estão andando desorientados, rua abaixo, rua acima, porque não tem mais onde serem acolhidos”, relatou-nos uma fonte. O centro deveria, em tese, oferecer um atendimento interdisciplinar, composto por uma equipe multiprofissional que reúne médicos, assistentes sociais, psicólogos, psiquiatras, entre outros especialistas.

No último dia 26 de fevereiro, a vereadora Sônia Croá esteve in loco constatando o fechamento dos serviços oferecidos pelo CAPS e, na ocasião, descontente com a situação, protocolou na Câmara Legislativa um pedido de reabertura do centro.

*O blog abre espaço para esclarecimentos por parte da Prefeitura – imprensa@fernandomelo.blog

O CAPS

O CAPS é um tipo de serviço de saúde comunitário que oferece atendimento diário a pacientes portadores de transtornos mentais severos e persistentes, em regime de tratamento intensivo, semi-intensivo e não-intensivo, de acordo com a gravidade do quadro clínico. Define-se como atendimento intensivo aquele destinado aos pacientes que necessitam de acompanhamento diário; semi-intensivo é o tratamento destinado aos pacientes que necessitam de acompanhamento frequente, mas não precisam estar diariamente no CAPS; não-intensivo é a modalidade de assistência na qual o paciente, em função da menor gravidade do quadro psíquico, pode ter uma frequência menor de atendimento (BRASIL, 2004).

Ainda compete ao CAPS regular a entrada dos pacientes na rede de assistência psiquiátrica em sua área de atuação e dar suporte ao atendimento à saúde mental na atenção básica.

O cuidado com a saúde mental em um período adverso como o distanciamento social tem recebido atenção da população como um todo. Pesquisa feita com 130 países e divulgada no início do mês de outubro de 2020 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) demonstra um alerta sobre esse tema em diferentes partes do mundo. Os dados apontam que 93% dos países pesquisados interromperam serviços essenciais de saúde mental durante a pandemia do coronavírus. E entre os atingidos estão especialmente as pessoas em situação de vulnerabilidade social. Agora mais do que nunca, os atendimentos do CAPS, mesmo que reinventados, se fazem necessários, passam a ser ESSENCIAIS.


4 comentários:

  1. O dinheiro q Vem pra saúde e pra isso mais logo vai ser invertido em fazendas

    ResponderExcluir
  2. Você tem noção quando irão reabrir o caps?

    ResponderExcluir
  3. Hahahaha isso é ô menos cidade acabada mais era assim que muitos gosta ainda tem gente que diz que ô prefeito é bom.

    ResponderExcluir

Fique à vontade, sua opinião é livre e de grande importância; contudo é de inteira responsabilidade do leitor e não representa a opinião do editor deste blog. Prezamos pela ética e pudor. Os comentários serão publicados em até 24 horas após análise.

Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o e-mail: imprensa@fernandomelo.blog que iremos avaliar.